Ações de Educação Física na saúde coletiva brasileira: expectativas versus evidências

Autores

  • Mariana Rotta Bonfim
  • José Luiz Riani Costa
  • Henrique Luiz Monteiro

DOI:

https://doi.org/10.12820/rbafs.v.17n3p167-173

Palavras-chave:

Atividade motora, Exercício, Saúde pública, Promoção da saúde.

Resumo

Considerando as diretrizes da Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS) de 2006, e da constituição do Núcleo de Apoio à Saúde da Família de 2008, o objetivo desta comunicação foi agrupar e analisar os relatos de experiências de programas de atividades físicas na saúde pública brasileira. O levantamento dos trabalhos foi realizado em dez periódicos, cinco internacionais e cinco nacionais, sendo analisados todos os números dos periódicos publicados no período de Junho de 2006 a Junho de 2011. Foram selecionados os artigos que apresentassem informações de programas contínuos de atividades físicas e que tivessem vínculos com os órgãos governamentais de saúde. Foram extraídas do texto as informações que visaram identificar quais programas atendiam às ações previstas para práticas corporais/atividades físicas na PNPS, como público atendido, atividades desenvolvidas, parcerias governamentais/intersetorialidade, entre outros. Foram identificados 10 diferentes programas de atividades físicas, dos quais sete utilizam adequadamente as ações de aconselhamento e divulgação da AF. Quanto às atividades de intervenção, predominam as aulas de ginásticas e caminhadas, tendo como foco as doenças crônicas. Observou-se grande diversidade de instrumentos avaliativos, o que limitou a avaliação da efetividade dos programas. Estes relatos apontam que grande parte dos programas não contempla os princípios norteadores da PNPS, o que indica a necessidade de adequação dos programas já instituídos, bem como a criação de novos programas que estejam em concordância com as diretrizes. A publicação da experiência de programas com este perfil pode colaborar nesse processo, sendo o estabelecimento de parcerias com universidades públicas uma estratégia interessante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-01-10

Como Citar

1.
Bonfim MR, Costa JLR, Monteiro HL. Ações de Educação Física na saúde coletiva brasileira: expectativas versus evidências. Rev. Bras. Ativ. Fís. Saúde [Internet]. 10º de janeiro de 2013 [citado 28º de setembro de 2021];17(3):167-73. Disponível em: https://rbafs.emnuvens.com.br/RBAFS/article/view/1854

Edição

Seção

Artigos Originais